A chupeta é um objeto transicional que permite ao bebê realizar esse movimento quando não está sendo amamentado e suprir sua necessidade psicoemocional, que muitas vezes não é plenamente satisfeita enquanto amamentado.
Mas, há que se tomar muito cuidado com o tempo em que o bebê passa com a chupeta, pois seu uso excessivo pode causar problemas anatômicos, ortodônticos, respiratórios e no desenvolvimento da linguagem. A criança ainda fica apática, passiva e não participa das atividades.
A maior dificuldade em abandonar o uso da chupeta e da mamadeira é que geralmente elas vêm relacionadas com algum badulaque (os famosos objetos transicionais): bichinhos, paninhos, travesseiros, etc. Eles são os “pais” quando ausentes e por isso tão importantes ao ponto de não se separarem nem para que o objeto seja lavado, pois tem seu cheiro e é único e especial.
Então sim papai e mamãe, o processo de retirada desses objetos tem de iniciar por uma ação de vocês. Quanto mais tarde isso ocorrer, maior será a dependência física e emocional da criança em relação a esses objetos. Quando o bebê adormecer, procure tirá-los.
Lembrem-se: apatia, acomodação, indiferença e conivência não são os caminhos certos para fazer nossos filhos felizes e saudáveis.
http://guiadobebe.uol.com.br/mamadeiras-chupetas-e-badulaques/

Bicho Papão
About the Author

Artigos relacionados

Não dá para fugir da tentação de interagir com telas em torno da casa. Elas estão em toda parte;...

Acidentes são comuns durante a infância, portanto os pais devem estar sempre preparados para agir...

Seu filho dificilmente resiste a um chocolate? Ele pode ser pequeno, mas não é bobo, pois nós...

Leave a Reply